Pela primeira vez desde janeiro, novembro registra aumento de 7,6% em acidentes nas rodovias cearenses em relação a 2019, conforme a Polícia Militar do Ceará (PMCE)

Legenda: As CE 040 e CE 060 estão entre as duas rodovias com o maior registro de acidentes no Estado, segundo a PMCE
Foto: Halisson Ferreira

Dentre as rodovias com maior registro de acidentes estão a CE 040 e 060, sendo mais comum ocorrerem colisões e capotamentos, segundo a PMCE. O órgão acrescenta ainda que também acontecem tombamentos, saída de pista, engavetamento, queda e atropelamento de pessoas e animais.

O mês de janeiro teve aumento de 29,7% na quantidade de acidentes, saindo de 175 para 227. No entanto, a partir de fevereiro começou a ter quedas, diminuindo de 211 para 116, cerca de 21,3% de redução. Com a pandemia, a queda começou a apresentar valores maiores, 42,3% em março, saindo de 255 para 147 ocorrências; 67,6% em abril, 263 para 85, e 69,9% em maio, reduzindo de 219 para 66, maior diminuição do ano.

Segundo o subcomandante do BPRE, major Arilson Alcântara, a PMCE vem intensificando a fiscalização nas rodovias estaduais a fim de reduzir os acidentes e mortes nas estradas. Para ele, a diminuição apresentada em 2020 está relacionada com a quantidade de fiscalização realizada.

“Conscientizar nossos condutores para respeitar a lei de trânsito, o limite de velocidade e não fazer ultrapassagem em locais indevidos, pois essas condutas aumentam muito o risco de acidentes e consequentemente, o risco de óbitos”, declara.

Casos

A partir de junho, com o retorno gradual das atividades econômicas, o Ceará voltou a registrar aumento nos acidentes, apesar de manter as quedas nos casos em relação a 2019. Foram 147 acidentes em junho, 28,3% a menos que no ano anterior, com 205; 180 em julho, redução de 10%, com 200; 185 em agosto, diminuição de 14,3%, com 216 casos e 204 em setembro, menos 22,13% comparado com 262.

O mês de outubro já apresentou a menor redução percentual do ano, com 6%, saindo de 263 casos em 2019 para 247 neste ano. De janeiro a novembro, o Ceará teve um total de 1.895 acidentes de trânsito, cerca de 23,9% a menos em relação a 2019, com 2.493. Em dezembro do ano passado, foram 263 ocorrências, totalizando 2.756 acidentes.

Pandemia

Na perspectiva do professor Mário  Ângelo Azevedo, do Departamento de Engenharia de Transportes da Universidade Federal do Ceará (UFC), a diminuição está diretamente ligada à pandemia. “Estava todo mundo em isolamento e agora o movimento está voltando ao normal e volta também a normalidade na quantidade de acidentes”, aponta.

Considerando as viagens de fim de ano, Mário acredita ser necessário intensificar a fiscalização nas rodovias estaduais para evitar acidentes e mortes. Além disso, cabe aos donos de carros fazerem a manutenção básica dos veículos antes de realizar viagens.

Acidentes

Com o objetivo de reduzir os acidentes de trânsito, o BPRE desenvolveu distintas operações nas estradas cearenses neste a partir de dados estatísticos coletados previamente, considerando “os locais, horários, tipos de acidente e de veículos envolvidos”, explicita a PMCE.

Dentre as operações em vigor há a “Operação Posto Móvel”, com ênfase em rodovias com mais índices de acidentes; “Operação Lei Seca”, para intensificar o uso do etilômetro, e a “Operação Duas Rodas”, com o objetivo de oferecer mais proteção aos ciclistas e motociclistas.


Nossa página no Instagram

https://instagram.com/quixeramobim_news?igshid=1ar0nbn5ej0k7

Nossa página no Youtube
https://www.youtube.com/channel/UCWukWdg6Ycj5yHCXSy1GnJg?view_as=subscriber