Segundo o Integra SUS, apenas Caucaia, Maracanaú, Maranguape, Crato, Juazeiro do Norte, Sobral e Fortaleza têm taxa inferior a 1

Mesmo com as curvas de contágio em queda após cinco meses do início oficial da pandemia no Estado, apenas sete municípios estão com número de reprodução efetiva de casos (RT) em “média transmissão” e nenhum com “baixa transmissão” para o novo coronavírus. As informações são da plataforma Integra SUS, da Secretaria da Saúde (Sesa) do Ceará, atualizadas às 02h07 de hoje (21).

Segundo a ferramenta, 96% (177) das cidades cearenses estão com taxa acima de 1, o que indica que o vírus segue circulando. O número de reprodução efetiva mostra o potencial de propagação do vírus. O índice inferior a 1 significa que não há transmissão ativa da doença. Já para valores acima de 1, cada paciente transmite a doença a pelo menos mais uma pessoa.

Segundo a presidente do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Ceará (Cosems), Sayonara Cidade, ainda temos Municípios em crescimento no número de casos e realizando muitos testes. “Temos momentos diferentes nos municípios do Ceará. Apesar de uma região estar se acalmanda, ainda temos municípios em plena evolução no número de casos“.

“Agora, de uma forma geral, a tendência da taxa é de queda no Estado do Ceará”.

A taxa de transmissão do Estado, segundo o Integra SUS, é de 0.66, o que aponta para uma regressão de novos casos. Este é o menor número desde o início do mês – série histórica permitida pela plataforma. Em agosto, o pico aconteceu no último dia 18, quando o RT chegou a marcar 1.98, o que significava que, naquele momento, um grupo de 10 pessoas conseguiria transmitir o vírus para quase dois cearenses.

Cidades com “média transmissão” (Integra SUS):

  • Maracanaú: 1
  • Caucaia: 0.99
  • Maranguape: 0.99
  • Crato: 0.99
  • Juazeiro do Norte: 0.92
  • Sobral: 0.94
  • Fortaleza: 0.87

0,0 – 0,5: Baixa transmissão

0,5 – 1: Média transmissão

Acima de 1,0: Alta transmissão

Melhora nos indicadores

Se considerarmos os dados pelas áreas descentralizadas de saúde (22 em todo o Estado), no entanto, apenas as de Canindé (1.03), Baturité (1.02), Aracati (1.03), Tauá (1.06), Icó (1.03) e Brejo Santo (1.03) seguem com RT acima de 1. Em relação aos resultados a partir dos valores referentes às regiões de Saúde (cinco, no Ceará), todas estão com transmissão considerada “média”, segundo a plataforma.

Os números, em relação aos setores de saúde do Ceará, representam uma melhora no cenário. As informações são utilizadas no processo de retomada gradativa e segura da economia pelo governo do Estado. Neste cenário, Sayonara Cidade destaca que um dos principais fatores levados em consideração é a taxa de letalidade, que vem caindo no Estado, segundo aponta.

“O trabalho que vem sendo feito busca baixar, principalmente, a taxa de letalidade. A chamada taxa de ataque, que é a capadidade de agravamento da doença. Felizmente, estamos conseguindo”.

No pico da doença no Estado, em maio deste ano, o Ceará chegou a confirmar 156 óbitos – no dia 11 de maio. Segundo o IntegraSUS, os municípios de Altaneira, Antonina do Norte, Granjeiro, Ipaporanga e Umari seguem sem registrar mortes em decorrência do novo coronavírus. Outras 13 cidades registram um óbito confirmado.

Por outro lado, sete municípios já somam mais de 100 vítimas da Covid-19 durante a pandemia. Nas últimas 24 horas, infelizmente, uma pessoa perdeu a vida pela doença. Os dados referentes ao total de casos e óbitos foram atualizados pelo IntegraSUS nesta quinta-feira (20).

Tentamos contato com a Secretaria da Saúde do Ceará, mas não houve retorno até o fechamento desta matéria.

Municípios com mais óbitos no CE:

  • Fortaleza: 3.769
  • Caucaia: 327
  • Sobral: 294 óbitos
  • Juazeiro do Norte: 250
  • Maracanaú: 235
  • Maranguape: 113
  • Itapipoca: 105
  • Cascavel: 83*
  • Quixeramobim 85*
  • Camocim: 79*
  • Pacatuba: 78*

Municípios sem óbitos e com uma morte registrada no IntegraSUS:

  • Altaneira: 0
  • Antonina do Norte: 0
  • Granjeiro: 0
  • Ipaporanga: 0
  • Umari: 0
  • Pereiro: 1
  • Jati: 1
  • Aratuba: 1
  • Baixio: 1
  • Deputado Irapuan Pinheiro: 1
  • Fortim: 1
  • Guaramiranga: 1
  • Pires Ferreira: 1
  • Poranga: 1
  • Potengi: 1
  • Potiretama: 1
  • Saboeiro: 1
  • Aiuaba: 1

10 cidades com mais casos acumulados:

  • Fortaleza: 45.420
  • Juazeiro do Norte: 12.952
  • Sobral: 10.757
  • Maracanaú: 5.993
  • Caucaia: 5.447
  • Maranguape: 4.346
  • Quixadá: 3.217
  • Tianguá: 3.056
  • Acaraú: 2.620
  • Russas: 2.525
    Quixeramobim: 1.808


Nossa página no Instagram

https://instagram.com/quixeramobim_news?igshid=1ar0nbn5ej0k7

Nossa página no Youtube
https://www.youtube.com/channel/UCWukWdg6Ycj5yHCXSy1GnJg?view_as=subscriber