A mulher foi presa em flagrante na cidade de Cascavel e transferida para a Delegacia de Capturas e Polinter (Decap), na Capital.

Policiais civis da Delegacia Metropolitana de Cascavel (a 53Km de Fortaleza), prenderam em flagrante, na manhã desta quarta-feira (18), a dona de uma farmácia localizada no Centro comercial daquela cidade. Ela estava vendendo álcool gel com preços exorbitantes e sem emitir nota fiscal. Por conta disso, foi autuada pelos crimes contra a economia popular e a ordem tributária. Sem direito à fiança, por conta do somatório das penas previstas em lei, a comerciante agora está detida em Fortaleza, para onde foi transferida.

De acordo com a Polícia Civil, denúncias da população levaram os inspetores da Delegacia Metropolitana à farmácia. Ali, eles constataram que um frasco com um litro de álcool gel estava sendo vendido a cerca de R$ 80,00, enquanto o frasco menor, de 50 gramas, era comercializado a R$ 11,99. Os preços exorbitantes revoltaram a população.

A dona da farmácia, identificada como Amanda Colaço de Souza Araújo, 32 anos, recebeu voz de prisão dentro do seu estabelecimento comercial e foi conduzida à delegacia para a realização dos procedimentos.

Mercado negro

De acordo com o relato dos policiais, após uma busca na farmácia foram encontrados somente frascos vazios e sendo enchidos com álcool em gel. A mulher confessou de pronto que estava comprando o produto no mercado negro, sem a identificação da origem (fabricante) e revendendo sem a emissão da nota fiscal, caracterizando o crime de sonegação fiscal (crime contra a ordem tributária).

Ainda ontem, à tarde, Amanda Colaço foi transferida para Fortaleza e permanece detida na carceragem feminina da Delegacia de Capturas e Polinter (Decap), no Centro da Capital.

Nos acompanhe pelo o Instagram

https://instagram.com/quixeramobim_news?utm_source=ig_profile_share&igshid=pjuhc4khqvfh

Curta nossa página no Facebook

https://www.facebook.com/quixeramobimnews.com.br/