Acordar às 3h30 horas da manhã, de segunda a sexta-feira, durante dois anos, para cruzar os 53 quilômetros de distância entre Horizonte e Fortaleza não foram empecilho para que Lucas Ribeiro de Sousa, de 20 anos, pudesse alcançar o seu objetivo: cursar medicina na Universidade Federal do Ceará (UFC). O jovem, morador do distrito rural de Horizonte, Queimadas, atingiu a média de 742,14 no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 e ficou na 21º posição na lista de aprovados do Sistema de Seleção Unificada (SiSU). 

Sendo o primeiro da família a ingressar no ensino superior, Lucas estudou em uma escola estadual técnica em Horizonte até concluir o ensino médio, em 2016. Ele passou o ano de 2017 estudando sozinho e, após o resultado do Enem do mesmo ano, conseguiu uma bolsa integral para estudar em um curso preparatório em Fortaleza. “A Prefeitura [de Horizonte] disponibiliza uma condução que sai às 4h40. Eu ainda pegava um mototáxi para conseguir chegar ao centro [de Horizonte], já que eu moro em um distrito longe”, diz.

Depois de chegar a Capital, já às 6 horas, Lucas percorria alguns quarteirões para comer e esperar a abertura dos portões do curso. No fim da aula, o estudante saía antes de acabar, ao meio-dia, para não perder o ônibus de volta ao interior. “Eu tive muito apoio, tanto familiar quanto do curso, porém eu não tinha o material necessário para estudar em casa, só consegui através de uma amiga que já tinha estudado no mesmo local”, disse, acrescentando que sua rotina ainda inclui dar aula de reforço escolar por R$ 70,00 mensais para ajudar nas despesas.

Fonte Diário do Nordeste

Nos acompanhe pelo o Instagram

https://instagram.com/quixeramobim_news?utm_source=ig_profile_share&igshid=pjuhc4khqvfh

Curta nossa página no Facebook

https://www.facebook.com/quixeramobimnews.com.br/