Francisco Ederson Pereira de Sousa e a mãe, Ana Adélia de Sousa, foram presos em flagrante.

Uma jovem grávida foi vítima de uma tentativa de assassinato nesta quinta-feira (24), na cidade do Crato, na região Sul do estado (a 540Km de Fortaleza). A Polícia Militar foi informada do crime e prendeu uma mulher e seu filho, acusados de terem agredido a vítima com socos, pontapés, pauladas e golpes de gargalo de garrafa. O rapaz tem um relacionamento com a garota, o que pode caracterizar o crime como tentativa de feminicídio. Neste ano, 177 mulheres foram assassinadas no Ceará.

O caso ocorreu no bairro Gizélia Pinheiro, conhecido como Batateiras, na zona rural do Crato. A jovem grávida, identificada como Maria das Dores de Macedo Silva, 20 anos, foi atacada pelo seu companheiro, Francisco Ederson Pereira de Sousa, e pela mãe dele, Ana Adélia Pereira de Sousa. Os três (vítima e agressores) moram juntos. O casal se desentendeu e o homem partiu para espancar a companheira. A mãe ajudou o filho.

Ferida, a jovem grávida foi levada para o Hospital Municipal do Crato, enquanto mãe e filho foram presos pela PM e encaminhados à Delegacia Regional da Polícia Civil.

Flagrante

A Polícia descobriu que a jovem passou a conviver com o rapaz após ficar grávida de uma criança cujo pai é outro homem. Francisco Ederson teria aceitado assumir a paternidade e levou a garota para morar com ele na casa da mãe. Porém, os desentendimentos entre o casal logo surgiram na convivência com a mãe de Ederson, terminando nas agressões.

Os agressores foram transferidos para a Delegacia de Defesa da Mulher, onde a delegada Déborah Rogéria Gurgel dos Santos os autuou em flagrante. Mãe e filho permanecem presos à disposição da Justiça.

Nos acompanhe pelo o Instagram

https://instagram.com/quixeramobim_news?utm_source=ig_profile_share&igshid=pjuhc4khqvfh

Curta nossa página no Facebook

https://www.facebook.com/quixeramobimnews.com.br/