Francisco Wezio Lino, a “Weshley”, 19 anos, é a décima pessoa presa por envolvimento no crime.

Maria Elailane foi arrastada pelas ruas e morta a pauladas, pedradas e golpes de faca.

A Polícia Civil prendeu, na manhã desta quarta-feira (20), uma travesti suspeita de participar da morte de uma jovem em Sobral, na Região Norte do estado. O crime aconteceu em maio deste ano. A vítima, identificada como Maria Elailane do Nascimento, foi encontrada morta dentro de uma casa com sinais de espancamento, apedrejamento e lesões a facas.

O crime foi filmado por uma câmera de celular e, de acordo com os investigadores, a travesti “Weshley”, com nome civil de Francisco Wezio Fernandes Lino, 19 anos, foi a responsável por filmar a ação e ainda incitar que o grupo continuasse com os atos criminosos.

Até agora, nove pessoas foram presas suspeitas de participarem do crime. Outros suspeitos estão foragidos e são procurados pela polícia.

O caso

O corpo de Maria Elailane do Nascimento,de 19 anos, foi encontrado em uma casa abandonada no bairro Terrenos Novos, em Sobral, na Região Norte do Ceará, no dia 14 de maio. Na época do crime, um parente da vítima disse que ela não integrava facção criminosa.

A jovem foi cercada por um grupo de mulheres, espancada e arrasta pelas ruas da periferia de Sobral até ser colocada dentro de uma casa abandonada, onde foi morta a pauladas, pedradas e golpes de faca. O crime chocou a opinião pública pelo grau de perversidade dos assassinos. Sozinha e indefesa, Elailane foi literalmente massacrada.

Nos acompanhe pelo o Instagram

https://instagram.com/quixeramobim_news?utm_source=ig_profile_share&igshid=pjuhc4khqvfh

Curta nossa página no Facebook

https://www.facebook.com/quixeramobimnews.com.br/