Valdetário 2

Escola infantil em Caucaia foi atacada e o almoxarifado incendiado com todo o material escolar

Valdetário 1

Caçamba de recolhimento de lixo incendiada no bairro Papicu na noite de ontem

Valdetário 3

Os suspeitos de incendiar a caçamba foram presos logo após o atentado no Papicu

Treze ataques criminosos foram registrados nas últimas 24 horas no Ceará, entre o 20º e o 21º dias de atentados no estado. Entre os alvos do vandalismo estão quatro escolas, uma subestação de energia elétrica e um caminhão de coleta de lixo urbano, além de uma ameaça de bomba que levou a Polícia a isolar um prédio público em plena zona nobre da Capital.

Os casos mais recentes desta onda de atentados, que chega nesta terça-feira (22) ao seu 21º dia, começou ainda na madrugada de segunda-feira, quando bandidos causaram incêndio em um Ecoponto localizado no bairro Conjunto Esperança, na zona Sul de Fortaleza. E se estenderam por todo o dia, culminando na madrugada de hoje na explosão de artefatos em uma subestação de energia elétrica situada na Avenida Cônego de Castro, esquina com a Rua Leblon, no bairro Vila Peri.

O ataque aconteceu por volta de 2 horas e o barulho provocado pela explosão dos artefatos pode ser ouvido em bairros distantes dali. Equipes da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e da Força Nacional de Segurança foram mobilizadas para atender à ocorrência, mas nenhum suspeito foi detido.

Na noite desta segunda-feira, uma quadrilha ateou fogo em um caminhão-caçamba cujos ocupantes faziam o recolhimento de lixo urbano à serviço da Prefeitura de Fortaleza na Rua Valdetário Mota, no bairro Papicu, na zona Leste de Fortaleza.  Rapidamente o fogo consumiu o veículo inteiro. Cerca de uma hora depois, policiais militares do 8º e do 22º Batalhões da PM (Papicu), prenderam no bairro Serviluz quatro suspeitos do atentado, sendo três adultos (dois homens e uma mulher) e um adolescente. Os quatro foram encaminhados a uma delegacia da Polícia Civil.

Escolas incendiadas

Quatro escolas públicas foram alvo de criminosos nas últimas 24 horas. O primeiro ataque ocorreu por volta de 22 horas na creche da Escola de Ensino Infantil e Fundamental Maria Corina Arruda, localizada na Rua Alaíde Mateus, no distrito de Jurema, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O almoxarifado do estabelecimento foi destruído pelas chamas.

Por volta de 23h30, bandidos atearam fogo em uma escola de ensino infantil e fundamental situada no Distrito de Tapuio, no Município de Aquiraz.

Já na madrugada desta terça-feira, o alvo do vandalismo foi uma unidade de ensino no Interior, uma quadrilha formada por pelo menos seis homens, ateou fogo em uma escola na zona rural de Quixadá.

Segundo informações da Polícia Militar, o crime aconteceu por volta de 1 hora, na localidade de Junco, distrito de Custódio, quando seis bandidos transitando em três motocicletas, invadiram a escola João Araújo Torres, renderam o vigilante, fazendo ameaça com uma arma de fogo, e atearam fogo no prédio. Uma sala de aula e a cozinha da unidade de ensino foram atingidas.

O município de Ibaretama (a 130Km de Fortaleza) foi mais uma vez alvo da ação de criminosos. Na madrugada desta terça-feira (22) uma escola na localidade de Pedra e Cal, zona rural do Município foi invadida e incendiada. O ataque a escola Estevão de Souza Freire, aconteceu durante a madrugada, mas só foi percebido na manhã de hoje quando os funcionários chegaram para trabalhar. Os bandidos utilizaram um coquetel molotov no atentado. A cantina e o depósito onde são guardados os materiais de limpeza foram atingidos pelo fogo.

Com informações Fernando Ribeiro

Curta nossa página no Facebook
https://www.facebook.com/quixeramobimnews.com.br/