Time cearense chega à final inédita da 4ª divisão do Brasileiro em sua 2ª participação na competição nacional. O Lobo da Vila Manoel Sátiro chega para a decisão com a moral elevada após o desempenho fora de casa

Legenda: Grupo comemora triunfo fora de casa
Foto: Ronaldo Oliveira

O comportamento do jogo de ida (1 a 1 no Castelão) se repetiu, com o Tigre paulista impondo seu ritmo, avançando as linhas e cutucando a defesa cearense, bem postada em duas linhas de quatro com Flávio Torres e Núbio Flávio à frente.

O Lobo da Vila Manoel Sátiro suportou com paciência a pressão dos mandantes, que haviam levado apenas um gol nos 10 jogos em seus domínios nesta 4ª divisão.

Flávio Torres fez o primeiro da vitória do Floresta
Legenda: Flávio Torres fez o primeiro da vitória do Floresta
Foto: Ronaldo Oliveira/ Floresta

Na 1ª etapa, chegou com boas chances ao ataque com Flávio Torres e Alisson através de conexões diretas e lançamentos ao setor ofensivo, explorando as brechas à frente da zaga paulista.

Sempre com a maioria de seus atletas no campo defensivo, o Floresta pouco pressionava a saída de bola do Novorizontino, que rondava a área oponente sem perigo.

O 2º tempo deu ao time cearense tudo o que precisava: um gol no começo para manter o ferrolho e esperar novos contragolpes. Aos 3 minutos, Luís Soares, vindo do banco, cruzou para Núbio cabecear e, na sobra, Flávio tocou para o fundo das redes.

O ímpeto do Tigre aumentou em busca da igualdade, lançando meias e atacantes ao campo e criando ótimas oportunidades de gol, mas desperdiçadas por Guilherme Queiroz e por Caio Monteiro, ambos na cara da meta cearense.

O Lobo permaneceu bem fechado, povoando o centro da área e afastando qualquer bola que chegasse perto do gol de Douglas. A concentração para aguentar a blitz paulista foi o principal mérito do Floresta, que contou com um vacilo adversário para garantir a vitória.

No quinto minuto dos acréscimos, Jô achou Núbio Flávio livre pela direita da vazada defesa do Tigre. O camisa 10 tocou às redes na saída do goleiro Giovanni para sacramentar o triunfo e o acesso à decisão da Série D.

Feito de poucos

A equipe da Vila Manoel Sátiro se une ao Guarany de Sobral e ao Ferroviário como únicos cearenses a chegar na final da Série D. Cacique e Tubarão levantaram o troféu em 2010 e em 2018, respectivamente, e o Floresta almeja o mesmo diante ou do Mirassol, ou do Altos/PI. O time paulista venceu o jogo de ida por 4 a 0 e define a vaga no Piauí neste domingo (24), a partir das 15h45.

Antes da disputa, o Lobo recebe o Ferrão nesta segunda-feira (25), às 15h30, no Estádio Domingão, em Horizonte, pela 4ª rodada da Copa Fares Lopes. O elenco composto em sua maioria por jovens da categoria de base do clube deve ir ao jogo para poupar a equipe principal, como vem acontecendo na competição estadual, na qual o Floresta é o 3º colocado nesta fase inicial.

O foco é na taça nacional e o time de Leston, depois do triunfo deste sábado, mostra que tem condições de bater de frente contra qualquer favorito.
Análise e veja os melhores momentos de Floresta 2 X 0 Novorizontino

 

Fonte Diário do Nordeste

Nossa página no Instagram
https://instagram.com/quixeramobim_news?igshid=1ar0nbn5ej0k7

Nossa página no Youtube
https://www.youtube.com/channel/UCWukWdg6Ycj5yHCXSy1GnJg?view_as=subscriber